segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Sinpuc emite nota homenageando os professores pelo seu dia

Imagem: Reprodução/WEB
Na semana do dia do professor, Sindicato dos Servidores Públicos do Curimataú e Seridó da Paraíba – SINPUC, emite nota homenageando os profissionais do magistério.

O SINPUC vem a público parabenizar todos (as) professores (as) por essa data 15 de outubro, mas convida também todos companheiros para  refletir sobre a mesma, porque entende  que o professor deve ser valorizado e respeitado todos os dias, o ano todo. Sem ele não se formariam as demais e importantes profissões, desde a mais simples até a mais complexa. Qual dos profissionais desde o nível básico ao superior não passou pelas mãos do (a)  professor (a)? Sabemos que todos passaram. Se todos não foram avante, não concluíram o nível básico, médio ou superior, não foi por falta do Professor, nem todos tem as mesmas oportunidades e garra para ir além com os estudos, apesar de todos terem direito à Educação gratuita e de qualidade.


Devemos hoje e todos os demais dias

Deve render por nossa profissão, pela missão que nos confiou, pela vocação que nos deste e pelo dom de ensinar e de levar o conhecimento e valores para crianças jovens e adultos.  Todos os dias temos novos desafios, nossa missão de ensinar é uma caixinha de surpresa, temos diante de nós seres que pensam, agem e aprendem diferente, portanto, a cada dia somos chamados a renovação de nossas práticas  pedagógicas e humanas. É na Escola onde passamos e ocupamos grande parte de nosso tempo, tempo este que não é suficiente para realizar todas as nossas atividades, tendo que assim tomar um pouco do nosso tempo com a Família para realizarmos e concluirmos atividades inerentes ao espaço escolar.

Atento a essa conjuntura adversa a toda classe trabalhadora, o SINPUC conclama a todos(as)professores(as) a estarmos ainda mais unidos em torno das nossas lutas pela melhora da educação no Brasil, no nosso Estado e consequentemente   na nossa região. É a capacidade de superação e de união enquanto categoria que nos fortalece à cada dia para formarmos cidadãos e cidadãs com o potencial de contribuir  para a transformação da nossa sociedade.

Como todos sabem, somos trabalhadores (as), somos pais, somos mães, somos filhos, somos, aguerridos e aguerridas, somos seres humanos com muito a contribuir, muito a ensinar e muito que aprender, somos professores!

Contudo faremos aqui as seguintes indagações: Será que neste dia de festas e homenagem temos o que comemorar? O que festejar? Será que nossos governantes/gestores tem como primícias de sua gestão a educação em todos os seus aspectos? Mais do que valorizar o professor, é preciso respeitar esses profissionais que incansavelmente contribuem para nossa formação como pessoa e profissional.  Sabemos da responsabilidade e do compromisso de cada companheiro, mas depois de tanta injustiça e insensibilidade política, ainda colocam em cheque o amor por nossa profissão, mas este amor se renova quando somos bem tratados e reconhecidos profissional e humanamente. Sambemos também que apesar de tantas incertezas, bate em cada um de nós um coração forte e determinado em Deus, portanto, sejamos gratos pelo dom da vida e por aqueles que nos apoiam, que nos compreendem e nos olham como profissionais e seres humanos.

Queremos aqui externar um pouco da nossa luta quanto categoria organizada na Região do Curimataú´e Seridó Paraibano.


A verdade é que temos vivido anos, meses, dias, horas, minutos e segundos de incertezas. A cada  começo, meio e final de anos vivemos o dilema da desvalorização e do desrespeito, sendo nos negado em alguns municípios que compões a nossa base sindical direitos garantida em Lei. Se fizermos uma retrospectiva, enumeramos facilmente alguns desses desrespeitos e da desvalorização para com a categoria ao longo de nossa trajetória em defesa dessa categoria.

1- Ficamos em outros momentos, sem o direito de receber nosso pagamento  dentro do mês trabalhado e até sem perspectiva de quando iríamos receber, tendo que recorrer a Justiça para garantir esse direito;

2- Fomos forçado s(as) a sairmos das nossas salas de aulas para deflagração de Greve e  Manifestação em defesa do nosso pagamento em dia e do cumprimento da lei do Piso;

3- Nosso ponto chegou ser cortado e descontado dos nosso míseros salários, por lutarmos em defesa dos nossos direitos;

4- Já deixamos de descansar em dias feriados e em sábados repondo aulas para comprimirmos com a carga horária determinada na grade curricular da escola, mas tivemos também que desrespeitar  essa grade  curricular por determinação de gestores em nome de uma retenção de gasto para o município;

5- No nosso dia a dia de sala de aula tivemos que reprogramar nossos planos de aula por ausência de alunos da zona rural que deixaram de vir a aula por falta de manutenção nos transportes escolares;

6-   Descumprimento da Lei do piso em que garanti nosso reajuste conforme data base da nossa categoria vem sendo uma prática de gestores que valoriza a categoria em discursos bem elaborados e na prática desvaloriza em nome de contenção de gastos. 
É por isso e muito mais que o significado do Dia do Professor se estabelece para além de um descanso e torna-se um dia estratégico para reafirmarmos a necessidade de outro projeto de educação e de sociedade. Pois ser professor é lutar para tornar possíveis os sonhos de ma sociedade justa e participativa.

Diante dessa breve reflexão, em nome da diretoria do SINPUC , desejamos aos nossos colegas, muito sucesso, conquistas, coragem para fazermos a luta e muita unidade.

Cordialmente,
Á Direção.


Nova Palmeira Notícia com Sinpuc

0 comentários: