terça-feira, 11 de julho de 2017

Morte do famoso músico de rua Willian Lee expõe caos da Saúde

Imagem: Reprdução/WEB
O guitarrista, compositor e cantor, Willian Lee conhecido por suas presentações no calçadão da Oliveira Lima, faleceu na noite da última  segunda-feira (03/07), em decorrência de um câncer no pâncreas. O velório e o sepultamento aconteceu na terça-feira (04/07) no cemitério São Pedro da Vila Alpina.


A luta do músico por tratamento nos hospitais públicos da cidade de São Paulo, expôs o caos que vive a saúde pública no país. Willians postou em sua página pessoal vídeos contando desde seu diagnóstico, até a sua via sacra em conseguir a internação e o tratamento de quimioterapia.

Em um dos vídeos a irmã do músico conta como foi o descaso dos hospitais paulistas com a doença de Willians: “No dia 27/4 , após levá-lo a diversos hospitais, o levei no hospital São Paulo e após 18 horas no hospital foi feito uma tomografia e o médico veio com o diagnóstico dizendo que ele tinha um câncer de pâncreas metastizado para o figado, e que teria de seis meses a um ano de vida. Receitou um remédio e nos enviou para casa”.

No vídeo a irmã do músico conta que o diagnóstico foi feito após muita luta, porém, o início do tratamento foi atrapalhado pela burocracia dos agendamentos da consulta. “O médico fez rápido e o laboratório tá encalhado. A recepcionista quis marcar a consulta para 30 de junho… quando ela abriu as agendas médicas eu pude observar que os médicos atendem apenas três pacientes por dia”, explicou.


Em outro vídeo o guitarrista mostra seu tratamento em casa de forma improvisada,  e fez um apelo ao prefeito João Doria (PSDB). “A gente vota nos políticos para que eles nos ajudem numa situação como essa. João Doria não estamos tendo atendimento nos hospitais, preciso fazer quimioterapia urgente… Pelo amor de Deus me ajuda”, implorou o músico.



Bastidor Político

0 comentários: