terça-feira, 17 de maio de 2016

Briga por goteira termina com três mortos

Suspeito                              Pasqualini                                César

Uma briga em um condomínio residencial de Cascavel, na região oeste do Paraná, terminou com três mortos na tarde de domingo (15). Segundo a Polícia Militar, um dos moradores do prédio matou a tiros o síndico e o porteiro do edifício e depois se suicidou. A briga teria sido motivada por uma goteira.


De acordo com a delegada Mariana Vieira, não houve nenhum tipo de discussão ou luta corporal antes do crime. O advogado Denis Lisboa, de 40 anos, e Luis Carlos Pasqualini, de 61 anos, síndico do prédio, teriam conversado. De repente, o suspeito abriu a jaqueta, sacou uma arma e atirou contra o síndico e o porteiro César Klein, de 48 anos.

A polícia disse que as duas vítimas estavam mortas na portaria do edifício e o autor dos disparos estava ferido no 9º andar do prédio, provavelmente no apartamento onde morava. Lisboa ainda estava vivo quando as ambulâncias do resgate chegaram ao local. Ele foi encaminhado em estado grave para o Hospital Universitário, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo a delegada, a mulher de Lisboa confirmou que houve um vazamento do apartamento de cima de onde eles moravam. Porém, o caso teria sido solucionado há meses. A mulher ainda informou que o marido impediu que ela e a filha saíssem de casa e deixou a mensagem no espelho pedindo desculpas aos pais, seguiu até a escada e atirou contra a própria cabeça.

O suspeito aparentava sofrer de problemas psicológicos.


Imagem: Reprodução/Rede Record
R7

0 comentários: