terça-feira, 17 de novembro de 2015

Professor mostra pênis a alunos em plena sala de aula; caso vai à Justiça


Um professor de Ensino Médio será julgado por ter mostrado o pênis a três alunos, com idades entre 13 e 14 anos, de uma escola pública de Botucatu, município no interior de São Paulo.


De acordo com a Polícia Civil, o docente, cujo nome não foi divulgado, foi afastado de suas funções e poderá ser punido por atentado ao pudor caso seja comprovada a versão dos adolescentes – três meninos, dois de 13 e um de 14 anos.

Segundo contaram em depoimento, o professor lhes mostrou o órgão no momento em que as crianças faziam uma brincadeira com gel e afirmavam que ele, por ser calvo, não teria onde passar o produto – momento em que o docente teria abaixado as calças para provar ter cabelos em torno do órgão sexual. 

A versão do professor, no entanto, é bastante diferente da de seus acusadores. Segundo ele, por um longo tempo seus alunos o fizeram alvo de bullying por ter descendência japonesa – os adolescentes brincavam que, devido a isso, "ele teria o pinto pequeno", conforme contou ao iG a Polícia Civil. No dia do ocorrido, o docente teria perdido a paciência e, num impulso, mostrado o órgão para "provar que eles estavam errados". 

Em depoimento, o professor disse estar "totalmente arrependido do gesto", afirmando que sua vida virou um inferno. Ele, que é divorciado, já estava em tratamento psiquiátrico antes do caso, ocorrido no mês passado.


Imagem: Marcos Santos/USP 
IG

0 comentários: