segunda-feira, 15 de junho de 2015

Tragédia: Jovem morta pelo ex-noivo tinha registrado ocorrência e retirado queixa horas antes do crime; irmão da vítima também foi morto

Imagem: Reprodução/Facebook
A jovem Brenda Esteves Tavares, de 22 anos, havia registrado ocorrência de ameaça no plantão do Ciops de Luziânia, cidade do Entorno do DF, um dia antes de ser morta pelo ex-noivo, Leandro Nurian Brito Vidigal, de 24 anos, na noite do Dia dos Namorados. No entanto, horas antes do crime, já no dia 12 de junho, a jovem foi até a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Luziânia) para retirar a queixa. 


Segundo a delegada Dilamar Castro de Souza, titular da Deam, Brenda alegou que não queria prejudicar o ex-noivo, que trabalhava em um fórum da cidade.

— Ela afirmou que não desejava mais tomar providências contra ele. Informamos que faríamos uma intimação, que seria entregue nesta segunda-feira, para que o rapaz comparecesse à Deam para esclarecimentos e orientações. Também orientamos que ela tomasse medidas de segurança e fizesse queixa caso necessário. 

De acordo com Dilamar Castro, a jovem relatou que o padrasto de Leandro havia telefonado e recomendado que ela tomasse cuidado pois o rapaz estaria “transtornado”. Por isso ela havia feito a primeira ocorrência.

Além de Brenda, Leandro também matou o irmão dela, Diego Tavares, de 19 anos, quando ele tentou defender a jovem. O rapaz pulou o muro da casa da ex e disparou várias vezes contra as vítimas, no Parque Estrela Dalva IV.

Horas depois do crime, Leandro foi encontrado morto, na madrugada de sábado (13), em um acidente de carro, na BR-040. A Polícia Civil de Luziânia investiga as circunstâncias do capotamento para esclarecer se Leandro cometeu suicídio. Nesta segunda-feira (15), o caso deve ser encaminhado para a Deam.

Segundo testemunhas, Leandro não aceitava o fim do noivado, que teria ocorrido há seis meses. Em seu Facebook, ele postava mensagens de esperança e fé. Compartilhava músicas que falava sobre retorno e sempre dizia acreditar no futuro sem tristeza

Após a notícia da morte do jovem, um amigo chegou a comentar em uma postagem antiga e relembrou o que seriam “as idas e vindas” do relacionamento de Leandro. “Lembrei da época em que você postou ele (o vídeo)... Foi em uma das idas e vindas”, escreveu o amigo.

Leandro nasceu na cidade goiana de Porangatu, a cerca de 400 kms de Brasília. Brenda e Diego em Luziânia. Os corpos dos três jovens foram enterrados no fim da manhã deste domingo.

  

R7

0 comentários: