quinta-feira, 4 de junho de 2015

Paraíba: Esposa é acusada de agredir idoso de 60 anos; veja vídeo

Imagem: Reprodução
O caso de maus tratos contra o senhor Francisco Pereira da Silva, 60 anos, conhecido por Tico, que residia na Rua Odília Bezerra, Bairro Vila Mariana, em Patos, está sendo apurado pela Delegacia de Polícia Civil (DPC). A denúncia foi feita pelos filhos do idoso após os mesmos terem visto um vídeo pelo Whatsapp no qual o senhor Francisco era agredido pela mulher que ele viva maritalmente.


A acusada é uma mulher identificada por Edleuza Bento que vivia maritalmente há mais de 10 anos com o senhor Francisco Pereira no Bairro Vila Cavalcante, vizinho ao Parque Religioso Cruz da Menina, saída para Pombal, em Patos. Edleuza é flagrada no vídeo sentada sobre a barriga do idoso caído ao chão, o amarrando com um cinto, além de colocar um liquido em uma garrafa PET na boca da vítima.


Ao tomar conhecimento do caso, a família do senhor Francisco Pereira levou nesta terça-feira, dia 02, a denúncia para a Delegacia de Polícia Civil (DPC). O delegado Dr. Pedrosa viu o vídeo e diligenciou uma guarnição de polícia até o local onde resgatou o idoso que agora se encontra na casa de uma das filhas na Rua Vandí Alves, Bairro Vitória, em Patos.

De acordo com Jéssica Pereira, nora da vítima, a família está indignada com o caso, pois o senhor Francisco Pereira estava sendo dopado com comprimidos de Diazepan e estava sendo obrigado a ingerir bebidas alcoólicas. Jéssica acompanhou com os demais filhos o resgate do senhor Francisco. Os filhos do idoso estão revoltados com o fato.

A reportagem tentou falar com o senhor Francisco Pereira, mas ele permanecia bastante abalado emocionalmente, além de estar debilitado precisando ser amparado pelos filhos para se locomover.

O delegado Dr. Edson Pedrosa está acompanhando o caso e disse que todos os procedimentos cabíveis serão tomados para que a justiça seja feita. “Vamos instaurar o procedimento policial para investigar os maus tratos. Estamos fazendo todos os trabalhos para investigar esse caso”, relatou Dr. Pedrosa.

Jozivan Antero – Patosonline.com


0 comentários: