sábado, 30 de maio de 2015

Paraíba: Suspeito de matar professor em escola de Campina Grande é preso

Imagem: Reprodução/TV Cabo Branco
Um homem suspeito de ter participação na morte do professor Eraldo César Araújo foi preso nesta sexta-feira (29) enquanto trabalhava em um mercadinho de Campina Grande. De acordo com a polícia o suspeito teria confessado a participação dele no assassinato do professor de educação física, que aconteceu no dia 12 demaio, na Escola Estadual Major Veneziano, no bairro da Catingueira. Outros três suspeitos pelo crime, sendo dois adolescentes, são procurados.


"A 'rixa' que motivou essa tragédia, não era com o professor, era com um albergado que estava prestando serviços na escola há mais de dois anos", afirmou o delegado Francisco de Assis.

Conforme a polícia, ao todo quatro pessoas estão envolvidas na morte do professor de educação física. Dois adolescentes, que seriam os responsáveis pelos disparos, o suspeito que foi preso, enquanto trabalhava em um mercadinho e o mandante do crime. Os dois adolescentes e o homem que teria ordenado o assassinato ainda não foram encontrados pela polícia. O homem preso tem passagem pela polícia e participação em outros crimes em Campina Grande.

Relembre o caso

O professor Eraldo César Araújo, de 48 anos, foi assassinado dentro de uma escola estadual no bairro da Catingueira, em Campina Grande, no início da tarde da terça-feira (12). Um homem entrou armado na sala dos professores onde a vítima fazia a correção de provas e realizou dois disparos de arma de fogo contra o professor, que morreu no local. O comandante do 2º Batalhão da PM, major Gilberto Felipe, disse que as primeiras informações apontam que a vítima teria sido confundida com um albergado que trabalha na escola.


G1 PB

0 comentários: