sábado, 25 de abril de 2015

Picuí PB: Secretária Amarides emite nota de esclarecimento a respeito de publicação realizada em rede social sobre Alimentação Escolar

Professora Amarides - Foto: Amarides/Facebook

A Secretária Municipal de Educação, Cultura e Desporto do município de Picuí, Seridó paraibano, professora Amarides do Carmo Dantas Dias, também presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação - Seccional Paraíba (Undime/PB), emite neste sábado (24/04), nota de esclarecimento sobre suposta publicação realizada em rede social, no que se refere a alimentação escolar da Rede Municipal de Ensino da 'Terra da Carne de Sol'.

Nota de Esclarecimento

Venho, por meio do presente, esclarecer de público aos picuienses e a quem possa interessar que, na tarde desta sexta-feira (23/04), fui surpreendida com a divulgação de um comunicado publicado em rede social, informando sobre a redução da quantidade de merenda escolar a ser servida aos alunos das escolas da rede municipal de ensino.

Devo esclarecer que não determinei, não dei qualquer orientação nesse sentido, assim como não autorizei qualquer divulgação sobre o assunto em tela. Aliás, cabe informar que a alimentação ofertada aos alunos é preparada com base em 06 (seis) cardápios diferenciados, elaborados pelas nutricionistas, planejados para atender às necessidades nutricionais, sendo: 01 para os alunos da educação infantil, 01 para os alunos do Ensino Fundamental, 01 para os alunos da Educação de Jovens e Adultos, 01 para os alunos das escolas do campo, 01 para os alunos do Programa Mais Educação, além de 01 cardápio para os alunos que apresentam patologias relacionadas à nutrição, visando oferecer o alimento adequado a esses educandos. Todos os cardápios têm por base o número de alunos atendidos, e são submetidos à apreciação do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), conforme o disposto na Resolução /CD/FNDE n.º 26/2013, que rege o Programa Nacional de Alimentação Escolar.

O Conselho Municipal de Alimentação Escolar tem acompanhado e monitorado, de forma efetiva, a execução dos recursos repassados pelo FNDE para a merenda escolar, inclusive tem feito visitas às escolas para verificar in loco o cumprimento desse direito aos alunos, que vem sendo garantido, no que diz respeito à qualidade e quantidade da merenda ofertada. Recentemente, mais precisamente no dia 6 de abril do ano em curso, o Conselho (CAE), analisou e aprovou sem ressalvas a prestação de contas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), referente ao exercício 2014.

Cabe informar ainda que, para garantir a quantidade, bem como a qualidade da alimentação escolar ofertada aos 3.700 (três mil e setecentos) alunos das escolas da rede municipal de ensino, a Prefeitura de Picuí investe, mensalmente, em torno de R$ 85.000,00 na aquisição de gêneros alimentícios, ao tempo em que recebe, mensalmente, do governo federal, a quantia de R$ 33.052,00 (Trinta e três mil e cinquenta e dois reais), montante baseado no número de alunos do Censo Escolar 2014, o que equivale, em média, a R$ 0,30 por aluno.

Com base no exposto, na condição de gestora pública da Educação, tenho a consciência de estar cumprindo com o meu dever e não tenho medido esforços no sentido de garantir uma alimentação escolar adequada e saudável a todos os alunos da rede municipal de ensino. Vale a pena conferir!

Picuí-PB, 24 de abril de 2015.

Amarides do Carmo Dantas Dias
Secretária Municipal da Educação, Cultura e Desporto

Alex Barros
Nova Palmeira Notícia

0 comentários: